.

.

28 de jul de 2012

Triunfo afirma interesse pelo aeroporto do Galeão



















O presidente da Triunfo Participações e Investimentos (TPI), Carlo Alberto Bottarelli, disse hoje que a companhia tem interesse em participar do processo de concessão à iniciativa privada do aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. "Galeão é o aeroporto que temos interesse", resumiu.
Embora o governo federal não admita oficialmente, já há estudos para a concessão de Galeão e Confins, em Minas Gerais. Nos últimos meses, no entanto, o governo passou a cogitar um modelo de parceria público-privada para os dois aeroportos.
A Triunfo integra uma das três sociedades vencedoras do último grande leilão de aeroportos, ocorrido em fevereiro. A companhia arrematou o aeroporto de Viracopos junto com as sócias UTC Participações e Egis.
Viracopos
O presidente descartou mudanças a curto prazo na composição da sociedade que administrará Viracopos, em Campinas (SP). Rumores de mercado indicava que governo estaria insatisfeito com o resultado, e estaria exigindo a troca dos operadores.
A Egis chegou a ser o foco de contestação de um recurso elaborado pelo segundo colocado na disputa, o consórcio Novas Rotas – liderado pela Odebrecht. O recurso não foi aceito e a Agência Nacional de Aviação Civil homologou a vitória.
Segundo Bottarelli, hoje todos os integrantes estão “felizes”, o que não daria margem à entrada de participantes de fora.
Perguntado sobre a entrada da holandesa Schiphol, o que também chegou a ser mencionado nos bastidores, Bottarelli negou que tenha havido transação com a companhia.
A Triunfo e a UTC têm 23% de participação na sociedade cada uma, enquanto a Egis tem 5% e a Infraero, 49%.
Suape
Bottarelli afirmou também que a companhia vai disputar a próxima concessão de terminal no complexo industrial portuário de Suape, em Pernambuco.
“Vamos participar”, disse ele num primeiro momento, dizendo que o foco da companhia são terminais de contêineres. Na resposta a outra pergunta, Bottarelli informou que a companhia está “estudando” sua participação.
Segundo ele, o edital deve sair em outubro ou novembro. O complexo industrial portuário de Suape é considerado um dos principais polos de investimentos do país. A profundidade do porto será de 15,5m a 20,0m, o que deve atender a navios de grande porte.
O executivo também comentou o projeto do porto em Manaus, onde a Triunfo já comprou uma área de 100 mil metros quadrados. A companhia já esta desenvolvendo os projetos de engenharia do terminal. A previsão é que a capacidade seja de 220 mil TEUs (unidade padrão do contêiner de 20 pés).
As declarações do presidente foram feitas durante evento de comemoração dos cinco anos da Triunfo no Novo Mercado, na sede da BM&FBovespa, em São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário