.

.

12 de out de 2011

Nigeriano que tentou explodir avião nos EUA se declara culpado

No segundo dia de julgamento, o jovem de 24 anos admitiu ter tentado detonar os explosivos que levava na cueca, em um voo entre Amsterdã e Detroit, há quase dois anos. O nigeriano responde por oito crimes.


Legacy 500 na fase final

















Três protótipos doO novo jato de categoria midsize da Embraer, o Legacy 500, está quase finalizado, com três protótipos já na linha de produção. A asa e a fuselagem do primeiro Legacy 500 foram juntadas e a instalação está a pleno vapor. Estão em fase final a montagem dos estabilizadores vertical e horizontal, porta da cabine, leme e profundor. "Por meio da estratégia multi-instalações da Embraer para o programa industrial do Legacy 500, conseguimos fabricar e juntar as seções da fuselagem do segundo protótipo poucas semanas após a junção da fuselagem do primeiro avião. O segundo protótipo será usado durante as fases de testes de desenvolvimento, em solo e em voo, que contarão com a comprovada experiência da Embraer no projeto de outros aviões comerciais e executivos", disse Maurício Almeida, diretor de programas da Embraer. O terceiro protótipo também está em fase de montagem. novo jato da Embraer estão na linha de produção

Jackie Chan compra Legacy 650

















Ator, que será o embaixador dos jatos executivos Embraer na China, adquiriu a aeronave na 64ª Convenção e Encontro Anual da Associação Nacional de Aviação Executiva, em Las Vegas

O ator de cinema Jackie Chan, conhecido por filmes como "O terno de um bilhão de dólares" e "O reino proibido", fará parte da família Legacy 650. Chan comprou a aeronave durante a 64ª Convenção e Encontro Anual da Associação Nacional de Aviação Executiva (NBAA), em Las Vegas. Ele também será o embaixador do fabricante em seu país, a China. "Estamos muito satisfeitos por Jackie Chan se tornar o mais novo membro da nossa família Legacy 650 e orgulhosos por ele ter total confiança em nosso jato para atender suas necessidades de produtividade, conforto e privacidade. A vigorosa personalidade de Jackie, o seu espírito inovador e compromisso com a sociedade dele reforçam os valores principais da Embraer: pessoas, clientes, excelência, inovação, presença global e um futuro sustentável. Seu prestígio mundial o torna o embaixador ideal para os jatos executivos da nossa empresa", conta Enest Edwards, vice-presidente executivo da Embraer.

Chan participa de diversos projetos sociais e filantrópicos e de divulgação da cultura chinesa. Ele não pôde comparecer ao evento, por conflitos de agenda, mas se pronunciou sobre o assunto por meio de um vídeo. "O Legacy 650 da Embraer é uma aeronave perfeita devido à sua combinação de ampla e confortável cabine, longo alcance, modernos aviônicos, eficiência operacional e excelente confiabilidade. Espero em breve voar nesse jato. A China se tornou um importante mercado para a aviação executiva e tenho a honra de fazer parte das iniciativas da Embraer em meu país. Não tenho dúvidas de que a ela será uma das principais empresas no mercado de jatos executivos chinês com sua completa linha de produtos, incluindo o Legacy 650 e o Lineage 1000", disse Chan.

11 de out de 2011

Pluna anuncia voos domésticos no Chile em 2012


















A Pluna operará em 2012 voos domésticos no Chile com pelo menos três rotas unindo Santiago e as cidades de Antofagasta, Calama e Conceição.
A operação prevista para o primeiro trimestre do próximo ano oferecerá aos passageiros chilenos voos diários e conexões a partir de Montevidéu (Uruguai) a nove destinos no Brasil, três na Argentina e um no Paraguai, ocasionando em uma quarta frequência diária entre Montevidéu e Santiago. Estes voos no Chile permitem que a Pluna continue a projetar seu crescimento, que durante o primeiro semestre de 2011 chegou a 53% na região e a 95% em voos em Santiago durante o mesmo período. Chile e Uruguai têm um tratado de céus abertos que permite a Pluna operar voos domésticos no país.

TAF Linhas Aéreas




















A TAF encontra-se inoperante e em 2010 operou regularmente somente no mês de janeiro, quando transportou 1.573.789 Toneladas de Carga Paga por Quilômetro, com 46,55%.
Sua frota de 1 Boeing 727-200F e 4 Cessna 208, sendo um da versão 208A e três da versão 208B, encontra-se parada.
Em 1957 o Cmte Ariston Pereira de Araujo fundou a TAF. A pequena empresa estava sediada no Aeroclube de Fortaleza e prestava serviços de táxi aéreo. Em 7 de outubro de 1980 a TAF recebeu sua primeira aeronave Embraer 110.
Em 1992 apareceu no cenário regional de aviação com uma frota de dois Cessna 208 Caravan e dois Embraer 110 que operavam as linhas da Rede Postal Noturna nas cidades de Recife, Fortaleza, João Pessoa, Natal, Juazeiro do Norte e Sobral.
Em 1º de março de 1995 foi declarada linha aérea regular em 17 de março de 1996 passou a se chamar TAF Linhas Aéreas S.A.
Em 1998 a empresa operou passageiros somente na linha Juazeiro do Norte – Sobral – Iguatu. Em 1999 começou a sofrer concorrência da Nordeste Linhas Aéreas e da Varig, consequentemente cancelando seus vôos em Picos, Recife e Teresina. No ano 2000, mais precisamente no dia 20 de junho, a TAF recebeu um Boeing 737-248C para transporte de passageiros e carga que juntou-se a frota de 5 Cessna 208 e 4 Embraer 110.
Em 2001 suspendeu definitivamente seus vôos com passageiros e se dedicou ao transporte de cargas dos correios. Dois de seus Embraer 110 foram retirados de operação.
Em 2002 recebeu seu segundo Boeing 737-200 Cargo para operar na linha Recife – Natal – São Luis – Teresina – Brasília – Rio de Janeiro. Retirou um Cessna 208 da frota em 2002. Em 2003 a empresa pegou gosto pelo transporte de cargas e passou a atender as cidades de Goiânia e São Paulo com a chegada de outro Boeing 737-200.
Em 2004 recebeu um Boeing 727-228 para incluir no segmento cargueiro. No ano seguinte retomou os vôos regulares e passou a atender também uma linha internacional, na cidade de Caiena, na Guiana.
Em setembro de 2007 lançou um vôo aos finais de semana na rota Recife – Fortaleza – Belém – Manaus – Aruba, com Boeing 737-200. Desde maio de 2009 voltou a se dedicar ao transporte de cargas.
Fundação: 1957 e operação regular em 01/03/1995
Frota atual: 03 Cessna 208 Caravan, 01 Cessna 208B Caravan, 01 Boeing 727-222F,01 Boeing 727-227F, 01 Boeing 727-228, 01 Boeing 727-2J7F,01 Boeing 727-2M7F, 01 Boeing 737-232

Total Linhas Aéreas (Brasil)


















Desde o final de 2007, quando as operações de transporte regional foram absorvidas pela trip Linhas Aéreas, a Total vem se dedicando somente aos voos de fretamentos e carga aérea.

Em 2010 transportou 122.082 passageiros em seus voos fretados, com aeronave ATR 42. Em carga transportou 52.739.563 Toneladas de Carga por Quilômetro Pago em voos domésticos, com 64,83% de aproveitamento. A frota atualizada é de 3 ATR 42-500 e 6 Boeing 727-200F.

A empresa iniciou seus vôos como empresa de táxi aéreo em junho de 1988. Em 1993 a empresa passou a operar como companhia regular com uma frota de 7 Embraer 110 e 1 Embraer 120.

Em 1997 a frota sofreu alterações significativas e passou a contar com 4 Embraer 110, 2 Embraer 120 e 4 ATR-42-300. Voava de Belo Horizonte para várias cidades mineiras além da Rede Postal Noturna.

Em 1998 passou a empregar um ATR 42-300 na Ponte Regional entre Pampulha e Santos Dumont. Esta linha era operada em pool com a Interbrasil, Passaredo e Pantanal.

Em 2000 o Pool com as empresas Interbrasil, Pantanal e Passaredo foi desfeito e a Ponte Aérea entre os Aeroportos de Pampulha e Santos Dumont foi suspensa. Em 2001 recebeu dois Boeing 727-200 para o transporte de cargas e da Rede Postal Noturna, um business que virou o foco da empresa em receita.

Em 2002 passou a voar em linhas da região norte do país e vendeu seu Embraer 120 para a empresa Puma Air. Seus Embraer 110 foram retirados de operação e houve um remanejamento de linhas. Ainda em 2002 recebeu seu terceiro Boeing 727-200 Cargo.

Em agosto de 2004 realizou um acordo com a Tam para atendimento de passageiros em algumas cidades. Sua frota de ATR 42 passou para oito aeronaves. A Total é também um centro autorizado de oficina das aeronaves ATR, da Aerospatiele / Alenia, na América Latina.

Em 31 de maio  de 2007 acertou a compra de dez novas aeronaves ATR, sendo seis do modelo 42-500, com capacidade para 50 passageiros e 4 do modelo 72-500, com capacidade para 70 passageiros. O investimento foi de US$ 150 milhões (cerca de R$ 300 milhões).

Em 13 de novembro de 2007 a Trip Linhas Aéreas e a Total Linhas Aéreas protocolaram na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), o pedido incorporação das operações regulares de passageiros da Total pela TRIP. A Total permaneceu utilizando 04 aeronaves B727-200 Full Cargo e ainda 04 ATR42-500, de última geração, destinados exclusivamente ao transporte de carga e fretamentos de passageiros, além de manter uma participação no capital da nova Trip.

Voos que saem de Toledo para Curitiba e Umuarama são suspensos

O aeroporto de Cascavel está fechado para obras. O aeroporto mais próximo é o de Toledo, mas a Anac suspendeu os voos saem da cidade

Brasil registra o maior número de acidentes aéreos dos últimos dez anos

De janeiro a setembro, foram 125 acidentes aéreos no país, 15 a mais do que no ano passado inteiro. Para o gerente de navegação aérea Nei Magalhães, esse aumento está relacionado ao crescimento da frota e a principal causa tem sido a falha humana.

Acidentes aéreos marcam a história da Globo News

Logo nos primeiros dias de vida da Globo News, um avião da TAM caiu em São Paulo. Quase dez anos depois, um acidente com um Boeing da Gol deixou mais de 150 mortos em Mato Grosso. Há quatro anos, outra aeronave explodiu em Congonhas.

Avião cargueiro é transformado em sala de cinema em Tabatinga, AM

Adaptação foi feita pelo Exército Brasileiro, que exibirá filmes educacionais. Aeronave foi usada durante a segunda guerra mundial

Aeroporto mais perigoso do mundo fica na Ilha da Madeira

De um lado está a montanha e do outro, o mar. Os ventos desestabilizam o avião. Uma grandiosa obra, que ganhou o prêmio Iabse, levantou a pista do aeroporto. São 180 colunas, de 60 metros de altura.

Pilotos dos helicópteros do governo de Goiás concluem curso de formação

O pessoal que vai trabalhar nos helicópteros do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Polícia Civil concluiu nesta terça-feira (11) o curso de formação. Hoje a turma fez uma apresentação especial para o público em Goiânia. 


Helicóptero tomba após pousar no Parque Ecológico do Tietê




Segundo a PM, o piloto da aeronave fazia uma instrução de voo


Um helicóptero tombou nesta terça-feira no Parque Ecológico do Tietê, na zona leste de São Paulo. Segundo informações da Polícia Militar, o piloto da aeronave fazia uma instrução de voo, e o tombamento ocorreu quando o helicóptero já estava pousado.
Uma viatura da Polícia Militar foi até o local para acompanhar a ocorrência. Segundo o Corpo de Bombeiros, ninguém ficou ferido













9 de out de 2011

Lei do abate pela 1ª vez caça da FAB atira e obriga avião de traficantes a pousar

Aviação Agricola Ipanema



Dia-a-dia de um piloto agrícola. Voando Ipanema

Aviação executiva da capital paulista migra para Jundiaí, SP

Número de passageiros e aeronaves triplicou em cinco anos.
Pilotos e passageiros explicam que o aeroporto é perto e prático. 



Com o esgotamento das pistas de Congonhas e do Campo de Marte, a aviação executiva em São Paulo está mudando de endereço: o Aeroporto de Jundiaí, a 60 km da capital. Com uma só pista e sem terminal, o número de passageiros e aeronaves triplicou em cinco anos e transformou o antigo aeroclube em uma opção viável para quem tem aviões de pequeno porte e helicópteros.

No ano passado, foram 78 mil pousos e decolagens em Jundiaí, mais que o dobro das operações de aviação executiva em Congonhas (34 mil) e 63% do movimento total do Campo de Marte. Pilotos, empresários e passageiros têm a mesma explicação: o Aeroporto de Jundiaí é perto e prático, fica aberto 24 horas e até o pernoite dos aviões particulares sai mais barato.

O Aeroporto de Congonhas - limitado a quatro operações por hora para jatos executivos e helicópteros - não comporta mais a demanda executiva. "Demora para autorizar o pouso, demora na fila da decolagem. Todo dia um avião tenta pousar em Congonhas, não consegue e segue para cá", conta o piloto Antônio Vanderlei Gomes, que trabalha para um empresário paulistano que deixa o avião em Jundiaí.
A cidade não tem horário de pico, embora o sobe e desce de aeronaves fique mais visível nas manhãs e na sexta à tarde. Quando os aeroportos paulistanos fecham por causa de chuva e neblina, é para Jundiaí que os jatos convergem. "Se em São Paulo (o tempo) está ruim, aqui está bom", diz a gerente do hangar da Colt Aviation, Raquel Reis.

Fonte: Agência o Estado

O Homem Pássaro

Veja no vídeo abaixo que foi ao ar neste domingo dia 09 de outubro no Esporte Espetacular da Rede Globo, é simplesmente fantástico. O Homem Pássaro voando à 220 km/h, ao lado de um jato caça Russo.

Um aviao caindo no campo em pleno jogo de Beisebol

null

Imagens Ineditas de Avião batendo numa casa em Blumenau (SC)

Porta de avião se solta durante o voo no interior de Goiás

A porta caiu no telhado de uma casa e ficou pendurada, mas ninguém ficou ferido. Um avião de pequeno porte cai no oeste do Pará. O acidente aconteceu perto de uma estrada em Santarém. O piloto e um mecânico morreram.


Avião com seis pessoas cai na Austrália

O avião caiu no riacho de Melbourne, na Austrália. Todos sobreviveram, mas o piloto e um dos passageiros ficaram gravemente feridos. A aeronave perdeu altitude quando se preparava para aterrisar.


8 de out de 2011

Empresas aéreas inauguram as primeiras rotas com “voos verdes”

Companhias como Aeroméxico, Lufthansa, Iberia e as brasileiras Azul e TAM testam vários tipos de biocombustíveis nos aviões 

A notícia de que a American Society for Testing and Materials (ASTM), organização que desenvolve normas técnicas para indústrias, aprovou o uso de combustíveis renováveis na aviação comercial e militar, deu a largada para que as companhias aéreas anunciassem seus primeiros voos regulares verdes.

A ASTM divulgou a medida em julho. De lá para cá, Lufthansa, KLM, Thomson, Finnair, Aeromexico e Iberia informaram que estão utilizando até 50% de biocombustível feito a partir de matérias-primas oleaginosas, como pinhão manso, microalgas e camelina (prima da canola), em seus tanques.

A experiência, por enquanto, se aplica a apenas algumas rotas. Mas a Airbus e a Boeing, que juntas fabricam cerca de 80% dos aviões de passageiros do mundo, planejam a criação de cadeias de produção de biocombustíveis para abastecer os aviões pensando em grande escala.

Em comunicado, a Airbus estima que o combustível de aviação a partir de fontes renováveis pode ser responsável por 30% do consumo das companhias aéreas em 2030.

A General Eletric, fabricante mundial do maior motor a jato, diz que essa nova fonte de abastecimento não tem qualquer impacto no funcionamento normal dos aviões.

No Brasil, a companhia aérea Azul e a Embraer vão realizar em meados de 2012 o primeiro voo experimental (sem passageiros) com o uso de bioquerosene inédito, obtido a partir da cana-de-açúcar. O combustível está em fase de desenvolvimento pela Amyris.

A GE também participa do projeto. Segundo o comandante Miguel Dau, vice-presidente da Azul, que deverá pilotar o avião, a ideia é estabelecer uma rota regular a partir de Campinas já em 2013.

Dau acredita que os novos biocombustíveis serão uma fonte significativa de redução de gases de efeito estufa na atmosfera por parte da aviação. Mas as pesquisas visam também reduzir custos. "A diversificação energética deve diminuir a insegurança em relação à flutuação da cotação internacional de petróleo, considerando que atualmente 35 a 40% dos custos da aviação estão associados a combustível", afirma.

Custo alto

Segundo o diretor de Estratégias e Tecnologias para o Meio Ambiente da Embraer, Guilherme de Almeida Freire, por enquanto, os biocombustíveis custam de duas a três vezes mais do que o querosone tradicional de aviação, mas os projetos avançam.

A fabricante e a GE realizaram uma série de voos de teste no mês passado com um jato Embraer 170 utilizando o combustível Hefa (Ésteres e Ácidos Graxos Hidro-processados), derivado da camelina, na proporção aprovada pela ASTM.

Com os testes, a empresa ganha conhecimento também para os ensaios envolvendo outros combustíveis, como o da Amyris, ainda em estudo pela ASTM.

O processo usa reações catalíticas e fermentação bioquímica feita por organismos geneticamente modificados para produzir as moléculas de hidrocarbonetos para o biocombustível de aviação.

"A Embraer considera que esses testes, mais do que vantagens competitivas da empresa, vão levar ao futuro do transporte aéreo", diz Freire.

Ele acrescenta que as emissões de carbono chegarão a 1,2 bilhão ou 1,4 bilhão de toneladas em 2030, dependendo do cenário de crise ou crescimento. A meta global do setor é reduzir em 50% as emissões até 2050, comparado com 2005.

Freire diz ainda que uma condição básica na pesquisa é que os novos biocombustíveis não exijam mudanças nos aviões ou nos motores, para não gerar impactos na segurança e no custo.

Além disso, a opção é utilizar matérias-primas que possam ser misturadas àquelas já utilizadas e que não precisam de infraestrutura diferenciada.

Avianca receberá mais quatro aviões A320


















A Avianca anunciará oficialmente no próximo dia 14 de outubro a chegada de quatro novas aeronaves Airbus A320, cada uma com capacidade para até 162 passageiros. Segundo a empresa, os aviões irão atender, com maior oferta de assentos, as rotas de maior demanda de sua malha aérea, hoje com 22 destinos. Com a incorporação, a frota da Avianca chegará a 26 aeronaves.

A expectativa da companhia é transportar 3,4 milhões de passageiros em 2012. Este ano, a empresa incorporou - e já estão em operação - cinco dos 15 Airbus A318 recentemente adquiridos. De acordo com a Avianca, nos últimos meses o índice de ocupação em seus voos ficou em torno de 80% e o programa de milhagem da companhia, batizado de Programa de Fidelidade Amigo, tem cerca de um milhão de associados.

Segundo os dados mais recentes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), referentes a agosto, a Avianca ocupa a quinta posição no mercado, com 3,55% de participação. Em primeiro lugar está a GOL, com 38,84%, quase empatada com a TAM (que inclui a Pantanal), com 38,37%. Em seguida aparece a Azul (9,27%) e a Webjet (5,74%), que está sendo absorvida pela GOL. Depois da Avianca está a Trip (3,43%).

Fonte: Estado de São Paulo

Piloto morre em queda de avião durante festival de acrobacias em Curitiba

Infelizmente um acontecimento triste, em uma tarde que deveria ser de alegria.





Um piloto morreu na tarde deste sábado  durante uma apresentação de acrobacias aéreas no Aeroclube do Paraná, no bairro Bacacheri, em Curitiba.
O avião caiu por volta das 14h30. A vítima morreu na hora. O Corpo de Bombeiros foi acionado, e a área onde aconteceu o acidente, isolada. As causas do acidente serão investigadas.
O 6º Festival Aéreo do Aeroclube do Paraná começou neste sábado. Para o domingo está prevista uma apresentação da Esquadrilha da Fumaça, mas ainda não há confirmação se a programação terá continuidade.

Lufthansa pode assumir TAP




















Pedro Passos Coelho, Primeiro Ministro de Portugal, anunciou oficialmente que seu Governo encara de modo favorável que a alemã Lufthansa assuma o controle acionário da companhia nacional TAP, que deve ser privatizada. Segundo ele isso permitiria à Lufthansa oferecer melhor cobertura de serviços nos mercados da África e América Latina, onde a TAP é forte

Comissão aprova exigência de sinalizador em edifícios próximos a aeroportos


 


















A Comissão de Viação e Transportes aprovou nesta quarta-feira (5) proposta que obriga os responsáveis por edifícios situados em áreas próximas a aeroportos e a helipontos a instalar, operar e manter equipamentos de sinalização de obstáculos. A medida está prevista no Projeto de Lei 6748/10, já aprovado pelo Senado.

O projeto inclui essa regra no Código Brasileiro de Aeronáutica (Lei 7.565/86). Hoje, o assunto já é regulamentado pela Portaria 1.141/GM5, de 1987, da Aeronáutica. Porém, para o relator, deputado José Chaves (PTB-PE), tema “tão caro à segurança aeronáutica” deve estar em lei, evitando-se que, eventualmente, se questione a implementação da norma infralegal. O parecer do relator foi favorável à matéria.


Multa

A proposta prevê multa diária para o responsável pela propriedade que não fizer a instalação ou manutenção do equipamento. Além disso, se a obrigação não for cumprida, o serviço poderá ser feito pela autoridade competente, mas deverá ser pago pelo infrator.

Tramitação

A proposta, que tramita em regime de prioridade, já foi aprovada pela Comissão de Desenvolvimento Urbano, e agora será analisada de forma conclusiva pela Comissão Constituição e Justiça e de Cidadania.