.

.

29 de set de 2011

Brincando Sobre as Nuvens

28 de set de 2011

EUA prendem homem que preparava atentado contra o Pentágono

Rezwan Ferdaus queria atacar o Pentágono e o Capitólio usando pequenos aviões movidos por controle remoto carregados de explosivos

iG São Paulo | 28/09/2011 18:44 - Atualizada às 20:04























Foto divulgada pela promotoria de Massachusetts mostra avião de controle remoto que supostamente pertencia a Rezwan Ferdaus

Autoridades americanas detiveram, nesta quarta-feira, perto de Boston, no nordeste do país, um homem que preparava atentados contra alvos governamentais em Washington utilizando pequenos aviões movidos por controle remoto carregados de explosivos, informaram fontes oficiais.

Rezwan Ferdaus, 26 anos, foi acusado de querer atacar o Pentágono e o Capitólio e tentar fornecer material para fabricação de bombas com o fim de usá-las contra soldados americanos no Iraque, informou em um comunicado a promotora federal do distrito de Massachussetts, Carmen Ortiz.

"A conduta alegada hoje mostra que Ferdaus planejava com antecedência cometer atos violentos contra o nosso país, inclusive com ataques ao Pentágono e ao Capitólio", disse Ortiz.

No âmbito do suposto complô, uma equipe de agentes do FBI disfarçados atuaram como cúmplices, fornecendo a Ferdaus um avião movido por controle remoto, explosivos C4 e armas leves que ele supostamente planejava usar em ataques simultâneos em Washington.

Ferdaus supostamente modificava telefones celulares para usá-los como dispositivos elétricos em bombas que seriam usadas contra tropas americanas no Iraque. "Era exatamente o que eu queria", teria dito quando lhe contaram, falsamente, que um dos telefones que preparou havia sido usado em uma bomba que matou três soldados.

No entanto, "as pessoas nunca correram perigo por causa dos artefatos explosivos, que eram controlados por funcionários do FBI disfarçados", reforçou a polícia federal americana.

Em maio e junho de 2011, o jovem enviou dispositivos de armazenamento de dados para a equipe de policiais disfarçados com planos passo a passo da sua suposta trama. Eles incluíam o uso de três aviões movidos por controle remoto e seis pessoas que receberiam fuzis de assalto e granadas. Segundo o FBI, o plano era usar o "ataque aéreo" contra locais-chave. O domo do Capitólio seria explodido "em pedaços", teria dito Ferdaus, segundo a denúncia.

De acordo com uma declaração feita a um agente obtida pela AP, Ferdaus disse que queria conduzir uma explosão psicológica nos americanos, os "inimigos de Alá", atingindo o Pentágono, que ele chamou de "cabeça e coração da cobra".

Em uma conversa com um informante federal, Ferdaus supostamente explicou que em tempos antigos, Deus usava desastres naturais para punir civilizações más, e ele iria usá-las hoje. "Nós temos que fazer isso", afirmou, de acordo com a declaração. "Alá nos deu esse privilégio... ele pune (as civilizações) pelas nossas mãos. Somos os escolhidos."

Richard DesLauriers, agente especial encarregado do FBI em Boston, disse que a detenção de Ferdaus demonstrou que "um indivíduo comprometido, mesmo sem ter ligação direta com, ou treinamento formal de uma organização internacional terrorista, pode representar um sério risco para a comunidade".

Ferdaus foi detido em Framingham, perto de Boston, imediatamente após colocar armas recém-entregues em um contêiner, acrescentou o FBI. Ele fez sua primeira apresentação à corte perante um juiz federal em Worcester, Massachusetts, esta quarta-feira, e tem uma audiência marcada para a próxima segunda.

Se for condenado, Ferdaus pode pegar 15 anos de prisão por apoiar uma organização terrorista estrangeira, até 20 anos por tentar destruir locais de defesa nacionais e a mesma pena por tentar usar explosivos contra prédios de propriedade dos Estados Unidos.

Autoridades descreveram Ferdaus como um graduado em Física da Universidade de Northeastern, seguidor da Al-Qaeda e comprometido com a "jihad violenta" desde o início do ano passado. De acordo com a pouca informação pessoal divulgada do acusado, ele é solteiro e não tem filhos. Aparentemente, também possuía habilidades para trabalhos técnicos.


Saiba o que fazer para evitar situações indelicadas a bordo

Veja o que é um speech criativo!

Emirates nega vinda de Airbus 380 ao Brasil


















O diretor geral da Emirates no Brasil, Ralf Aasmann, anunciou que a rota Dubai - Rio de Janeiro - Buenos Aires, com início previsto para 3 de janeiro, será operada por um Airbus 330. A operação, de acordo com a companhia, deverá dobrar o atual volume de 10,6 mil passageiros transportados mensalmente no único voo diário da aérea no País.

Aasmamm, no entanto, negou os rumores de que a empresa traria para o Brasil o esperado Airbus 380, maior avião comercial de passageiros da história. Segundo o diretor, já existe autorização da Infraero para que a Emirates opere com o avião em Guarulhos (SP), mas a avaliação da companhia é que os aeroportos brasileiros não têm estrutura para receber uma aeronave desse porte. “É um avião que requer fingers sobrepostos para atender dois andares. Não pode voar em qualquer aeroporto”, afirmou. 

Apesar da autorização para pousar em Guarulhos, a Emirates ainda precisa avaliar outros aeroportos como alternativas de emergência, como Viracopos (SP) e Cofins (MG). Os planos de expansão da aérea para o País estão limitados ao lançamento da nova rota. “Queríamos um segundo destino no Brasil e operar na Argentina. Esse investimento se dá em virtude do desenvolvimento da indústria do petróleo no Rio e dos diversos investimentos públicos previstos para Copa do Mundo e Olimpíada”, explicou. 

A taxa de ocupação do voo da Emirates no Brasil atualmente é de 80%. Os investimentos para operacionalizar a nova rota envolvem a colocação de mais dois aviões, 60 empregos indiretos e 25 empregos diretos. As aeronaves possuem 304 assentos na classe econômica, 42 na executiva e oito cabines privadas na primeira classe. 

Fonte: Mercado e Eventos

Boeing 787 Dreamliner da ANA decola de Everett rumo ao Japão




Dia 27 de Setembro foi um dia histórico para a aviação, pois a primeira aeronave Boeing 787 Dreamliner, entregue oficialmente ontem para a companhia All Nippon Airways, realizou seu voo de translado e chegou no Aeroporto Haneda em Tóquio, às 9 horas e 4 minutos (hora local). Mas o momento mais empolgante foi quando o Boeing 787, a aeronave de número 24, prefixo JA801A, decolou da unidade da Boeing em Everett, e em frente de centenas de fotógrafos e convidados decolou às 7 horas e 17 minutos da pista sul, com direito a um balançar de asas, se despedindo do local onde ela foi fabricada. Essa é a primeira entrega de 820 aeronaves encomendadas até o momento. O novo avião da ANA deve começar seu serviço operacional no dia 1º de novembro nas rotas domésticas japonesas.

FONTE  CAVOK.COM.BR

Força Aérea da Índia vai adquirir 15 aeronaves NAL Saras para treinamento de pilotos
















A Força Aérea da Índia está planejando adquirir 15 aeronaves Saras, que foram desenvolvidas na Índia pela empresa National Aerospace Laboratories (NAL). O objetivo das aeronaves é treinar os futuros pilotos das aeronaves de carga.
O jornal Deccan Herald citou o diretor de programas da NAL Shyam Chetty, que disse: “A NAL assinou um memorando de entendimento com a Força Aérea da Índia para comprar 15 aeronaves Saras. A unidade de Kanpur da Hindustan Aeronautics irá fabricar essas aeronaves.”
A aeronaves Saras é voltada para o transporte multi-função e pode acomodar 14 pessoas. Ele é equipada com dois motores turboélices Pratt & Whitney montados na cauda da aeronave.
A força aérea utilizará as aeronaves para vigilância costeira e treinamento de pilotos das novas aeronaves carga como os Boeing C-17s, Ilyushin Il-76s e os Antonov An-32s.
A entrega das três primeiras aeronaves deve ocorrer em 2014, com quatro aeronaves entregues adicionalmente a cada ano, até 2015.

FONTE CAVOK.COM.BR

Termina treinamento de pilotos instrutores iraquianos realizado pela USAF nas aeronaves T-6


















Pilotos iraquianos e norte americanos voam em formação com aeronaves T-6 Texan II da Força Aérea Iraquiana no último voo de treinamento realizado pelo 52º Esquadrão de Treinamento de Voo Expedicionário da USAF. (Foto: Senior Airman Tyler Placie / U.S. Air Force)

“O poder aéreo iraquiano começa aqui”, são as palavras escritas acima da porta de Esquadrão 203 da Força Aérea Iraquiana, uma unidade de treinamento de voo com aeronaves T-6A Texas II na Base Aérea de Tikrit, Iraque. As palavras soam verdadeiras, em parte, por causa dos esforços do 52º Esquadrão de Treinamento de Voo Expedicionário (EFTS) da Força Aérea dos EUA, que voou a sua última missão de treinamento no Iraque sob o atual acordo de segurança junto ao Esquadrão 203 no dia 05 de setembro. Onze iraquianos qualificados como pilotos instrutores de T-6 surgiram a partir do programa conjunto, criando uma capacidade de formação orgânica de piloto dentro da força aérea iraquiana.

FONTE CAVOK BRASIL

Infraero quer demolir galpões da Vasp

















Estatal pretende liberar o espaço não utilizado para expandir o Aeroporto de Congonhas, SP
Cultural e Ambiental de São Paulo -, para por abaixo os antigos galpões da falida Vasp. Se conseguir a carta branca, será liberado um espaço de
118 000 m², que deverá ser revertido para o crescimento do Aeroporto de Congonhas.

Há sete anos o aeroporto está em processo para ser tombado como patrimônio público e, portanto, não pode ser feita nenhuma obra em suas dependências. Mas o espaço inutilizado representa 7% da área do aeroporto, o que é considerado um problema para que sejam feitas melhorias no local. Os galpões, além de completamente abandonados, ficam em áreas estratégicas para a expansão, como o pátio e o estacionamento de aeronaves.

Esta não é a primeira vez que a Infraero entra com pedidos para demolir parte do complexo da Vasp: no início do ano foram protocoladas solicitações para derrubar duas áreas da extinta companhia. No entanto, mesmo com o aval do Conpresp, nada foi feito por hora, pois a Infraero espera a decisão da última solicitação.

Acabar com o cemitério de aviões é outra medida para liberar espaço em Congonhas. As aeronaves paradas da Vasp ocupam o equivalente a três campos de futebol. Quatro equipamentos já foram demolidos e viraram sucata. As demais aguardam o laudo de deterioração da Anac para serem desmontadas. 


FONTE AVIÃO REVUE - TERRA

Gol oferece passagens gratuitas para comemorar o aniversário de Goiânia



A Gol está com uma nova promoção vigente, para quem tem Goiânia como destinho, entre os dias 25 e 26 de outubro, partindo de São Paulo (Congonhas/Guarulhos), Rio de Janeiro/Galeão, Brasília, Cuiabá e Belo Horizonte/Confins, onde os clientes pagam só a passagem de volta.
A promoção fica ainda mais atraente aos clientes que costumam se programar, pois a companhia vincula o valor da passagem à compra antecipada e ao número de dias de permanência no destino. Bilhetes adquiridos com 28 dias de antecedência entre Goiânia e São Paulo são encontrados a partir de R$ 161,9 e para o Distrito Federal por R$ 78,9. Passagens para Cuiabá e Belo Horizonte, saem por R$ 117,9 e R$ 192,9, respectivamente.
As passagens podem ser compradas até o dia 11 de outubro pelo site da GOL, em www.voegol.com.br. O valor promocional está sujeito à disponibilidade de assentos nas aeronaves.

FONTE  AVIAÇÃOBRASIL