.

.

28 de set de 2011

Emirates nega vinda de Airbus 380 ao Brasil


















O diretor geral da Emirates no Brasil, Ralf Aasmann, anunciou que a rota Dubai - Rio de Janeiro - Buenos Aires, com início previsto para 3 de janeiro, será operada por um Airbus 330. A operação, de acordo com a companhia, deverá dobrar o atual volume de 10,6 mil passageiros transportados mensalmente no único voo diário da aérea no País.

Aasmamm, no entanto, negou os rumores de que a empresa traria para o Brasil o esperado Airbus 380, maior avião comercial de passageiros da história. Segundo o diretor, já existe autorização da Infraero para que a Emirates opere com o avião em Guarulhos (SP), mas a avaliação da companhia é que os aeroportos brasileiros não têm estrutura para receber uma aeronave desse porte. “É um avião que requer fingers sobrepostos para atender dois andares. Não pode voar em qualquer aeroporto”, afirmou. 

Apesar da autorização para pousar em Guarulhos, a Emirates ainda precisa avaliar outros aeroportos como alternativas de emergência, como Viracopos (SP) e Cofins (MG). Os planos de expansão da aérea para o País estão limitados ao lançamento da nova rota. “Queríamos um segundo destino no Brasil e operar na Argentina. Esse investimento se dá em virtude do desenvolvimento da indústria do petróleo no Rio e dos diversos investimentos públicos previstos para Copa do Mundo e Olimpíada”, explicou. 

A taxa de ocupação do voo da Emirates no Brasil atualmente é de 80%. Os investimentos para operacionalizar a nova rota envolvem a colocação de mais dois aviões, 60 empregos indiretos e 25 empregos diretos. As aeronaves possuem 304 assentos na classe econômica, 42 na executiva e oito cabines privadas na primeira classe. 

Fonte: Mercado e Eventos

Nenhum comentário:

Postar um comentário