.

.

8 de out de 2011

Anac suspende licença de voo da Sol Linhas Aéreas
















Empresa é impedida de voar por não possuir estrutura de manutenção no Aeroporto de Toledo

A Sol Linhas Aéreas teve autorização de voar suspensa pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), conforme publicado na edição de ontem do Diário Oficial da União. De acordo com a Assessoria de Imprensa da Anac, o motivo foi a falta de estrutura de manutenção da aeronave que opera junto à empresa no Aeroporto de Toledo: toda a estrutura da Sol Linhas Aéreas está localizada no Aeroporto de Cascavel. De acordo com a Anac, a empresa poderá voltar a funcionar assim que regularizar a situação junto à agência que regulamenta a atividade aeroportuária. Não há prazo para a solução do problema.
Segundo o empresário Marcos Solano, proprietário da empresa, que é a única sediada na região Oeste, o motivo é que a Prefeitura de Cascavel não teria cumprido promessa de reformar o Aeroporto Municipal em 60 dias, prazo autorizado pela Anac para a transferência das operações para Toledo. “Como a prefeitura não cumpriu o que prometeu, quem sofreu com isso fomos nós e os nossos passageiros, que agora não têm mais a opção de voar diariamente a Curitiba a partir de Toledo”, destaca Solano. Com a medida, o único aeroporto em funcionamento na região Oeste passa a ser o de Foz do Iguaçu.
Segundo Solano, entre quinta e sexta-feira desta semana a situação deve estar regularizada: “Até que se faça a transferência da estrutura exigida pela Anac de Cascavel para Toledo”, explica. De acordo com Solano, a Anac não exige a manutenção de um hangar e sim de uma base secundária que dê suporte às operações técnicas da empresa. Enquanto a situação não é regularizada, a aeronave permanece no chão e provoca prejuízo aproximado diário de R$ 25 mil à empresa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário