.

.

18 de jul de 2011

AIRBUS A330-200






O Airbus A330-200 nasceu como versão de longo alcance derivada do A330-300. Começou a ser desenvolvido a partir de novembro de 1995.
Com o baixo número de vendas do A340-200 (apenas 28 foram construídos), a Airbus decidiu usar a fuselagem do A340-200 com as asas e motores do A330-300. Isto criou um avião muito mais econômico do que o quadri-jato que serviu de base.
Em fevereiro de 1996 viria a primeira encomenda, de 13 unidades, feita pela empresa de leasing ILFC.
O primeiro vôo foi realizado em 13 de agosto de 1997 e as primeiras entregas em abril de 1998.
Praticamente idêntico ao A330-300, e da mesma forma oferecido às companhias com três opções de motores (Rolls Royce, Pratt & Whitney e General Electric), as diferenças mais marcantes são o menor comprimento da fuselagem e a maior capacidade de combustível, graças à adição de um tanque central.
O maior alcance fez da versão -200 um best seller, ultrapassando com folga o número de encomendas do seu irmão maior A330-300, e competindo diretamente com o Boeing 767-300ER na categoria de bimotores de longo alcance.
Rapidamente o modelo tornou-se o "avião do momento" entre vários operadores, tanto empresas regulares como charters.
Com o A330-200 a Airbus quebrou o monopólio da Boeing no segmento de longo alcance no mercado brasileiro: no final da década de 1990, a TAM anunciou a compra do A330-200 em favor do Boeing 767-300ER, abrindo caminho para a reentrada da Airbus nos céus brasileiros. O A330-200 serve, desde 2006, a TAP Portugal, sendo que hoje a empresa dispõe de 12 aviões deste modelo.
Operador Brasileiro
O A330-200 no Brasil é utilizado pela TAM

O birreator A330-300 é, juntamente como o A340, a resposta da Airbus no segmento de grande capacidade. Versátil, opera tanto em longos vôos intercontinentais como em segmentos curtos de alta densidadede tráfego. Seu desenvolvimento começou juntamente com o A340, em junho de 1987, quando os projetos ainda eram chamados de TA-9 e TA-11. Utilizando-se da mesma fuselagem do A340-300, mas empregando apenas dois motores, o A330-300 pode transportar até 475 passageiros em classe única a uma distância de 7 500 km.
Mais do que utilizar a mesma fuselagem, as asas do A340 e A330 são idênticas, mudando-se apenas a posição dos motores, numa solução genial dos engenheiros da Airbus, que contribuiu enormemente para reduzir os custos de desenvolvimento.
O protótipo fez seu primeiro vôo em novembro de 1992, a homologação foi conquistada em outubro de 1993 e o A330-300 entrou em operação nas asas da Malaysian e Air Inter, clientes lançadoras do modelo. Especialmente popular na Ásia, onde opera em várias empresas, nas Américas somente a Air Canada, Air Transat, Skyservice, Northwest Airlines e US Airways voam com o modelo.
Seu competidor direto é o Boeing 777-200

 Especificações


A330-200 A330-300
Comprimento: 58,37 m 63,60 m
Altura: 17,80 ou 17,30 m (Enhanced) 16,85 m
Envergadura: 60,3 m 60,3 m
Secção: 5,64 m 5,64 m
MTOW: 230.000 kg ou 233.000 kg 230.000 kg
Assentos: 253/293 - Três classes 295/335 - Três classes
Carga: 19.7 / 13,76 m³ 19.7 / 13,76 m³
Motores: 2 CF6-80E1 ou PW4000 ou RR Trent 700 2 CF6-80E1 ou PW4000 ou RR Trent 700
Velocidade de cruzeiro: 0,82 Mach (871 km/h) 0,82 Mach (871 km/h)
Autonomia: 12.500 km 10.500 km
Combustível: 139 100 L 97 170 L
Teto de Serviço: 12.000m (FL390) 12.000m (FL390)

Nenhum comentário:

Postar um comentário